Instagram

terça-feira, 21 de junho de 2011

Casal da Praça!





Vou contar uma historia q vivi e pra poucos contei!

Uma vez, em uma praça, perto de minha casa, uma praça normal, que tinha apenas alguns bancos e arvores, nem era tão bonita, o bonito mesmo de la, era dois velhinhos que todo fim de tarde estavam la, um casal bonito, que sempre estavam la rindo, brincando um com o outro, na maior felicidade, ele cutucava ela e ria e ela pegava matinhos e jogava na sua cabeça, rindo e dizendo, e veio seu cabelo ja foi, o que resta sao os matinhos, e os dois riam, passavam horas la conversando, e eu observava de longe aquela cena, que era linda de se ver, tão emocionante e romântica. E observei isso por 8 meses, a minha felicidade era parar e passar a tarde vendo aquele casal, morria de vontade de ir falar com eles mais tinha vergonha, mais um dia eu fui mais cedo, sentei no banco ao lado e esperei aquele casal simpático chegar, ja estava quase na hora e eu estava ansioso para ver eles e falar com eles,
e quando vejo de longe o velhinho chegando, na hora estranhei por ele não esta acompanhado da velhinha, mais pensei a ela deve ter ido fazer algo e já vem, então o velhinho chegou e sentou, ficou quieto, meio tristonho, e eu la esperando a velhinha aparecer para alegrar ele e ficar tudo bem, mais o tempo passou e nada da velhinha aparecer, então fiquei preocupado, e resolvi ir falar com ele, sentei ao seu lado no banco e perguntei, senhor, por favor me desculpe a intromissão, mais poderia saber onde esta a senhora que sempre ti acompanha?, ele sem dizer nada, levantou a cabeça, e quando olhou pra mim, seus olhos estavam cheios de lágrimas, então ele disse, aquela senhora di quem perguntou, hoje ela esta no seu lugar, cercada de anjos, nesse momento meus olhos se encheram de lágrimas, e sem palavras eu abracei aquele senhor, e ele chorou debruçado em meus ombros e eu no dele, depois de um tempo ele secou as lágrimas e me disse, Menino, a alegria da minha vida morreu, a felicidade que eu tinha, hoje deixou de existir, ai eu vendo aquela cena, fiquei chocado e perguntei, mais senhor como isso aconteceu, e ele disse assim, olha menino ontem a noite quando estavam prontos para deitar, ela me olhou e disse, nunca esqueça dos momentos felizes que vivemos, do tempo que passamos juntos, não esqueça dos filhos maravilhosos que tivemos, e por final nunca esqueça q eu sempre Te Amei e sempre irei amar. Nesse momento o senhor olhou pra mim e disse ela ja sabia oque iria acontecer, e com um pequeno sorriso ele disse, ela se despediu de mim antes de ir. Eu sem saber oque dizer, pois era novo e não sabia de muita coisa disse, ela nunca vai deixar de estar aqui nessa praça ti esperando, nesse momento ele sorriu e passou a mão na minha cabeça e disse meio que mudando de assunto, me perguntou oque tem ai na sua mão, ai eu mostrei um caderno para ele, oque tinha nesse caderno que eu levava, era tudo que eu havia visto, durante esses 8 meses que eu observei eles, ai ele olhou meio espantado e disse, garoto isso é uma historia que vc fez sobre a gente, e eu respondi sim, ai ele disse, então toda historia tem um titulo, ai eu virei e falei, eu ia dar o titulo hj, iria perguntar o nome de vcs, ele sorrindo disse, coloca ai Seu Ademar e Dona Marcia, ai eu peguei a caneta e coloquei, e ele sorriu e disse, oque vc achou dessa historia, eu sorrindo disse, A Historia de Amor mais linda que ja vi na vida. Nesse momento aquele senhor me olhou, me puxou e me abraçou, e disse Obrigado, ai ele disse bom garoto ja vou indo, e obrigado por ficar comigo, e fazer eu reviver a mulher q eu sempre vou amar, e se virou e foi andando. Eu fiquei olhando, e pensando e do nada levantei e sai correndo seu Ademar, ai ele olhou para traz, e eu dei o caderno para ele, e falei assim, pega para vc, e leia e releia a historia linda q observei na minha vida, ele pegou o caderno e disse, mais é seu, ai eu olhei e falei, não preciso dele, eu vivi essa historia, vivi cada momento que o senhor passou ao lado dela naquela praça, e levarei por toda minha vida. Ele sorriu e disse Muito Obrigado então, se virou e foi embora, nesse momento eu entendi o verdadeiro significado da palavra AMOR, nesse momento eu entendi a Vida. 
No dia seguinte fui la na praça, esperei o senhor e ele não apareceu, e fiz isso durante varios dias e ele nunca aparecia, mais em um dia estava passando ao lado da praça e vi, um casal sentado, ai prestei bem a atenção e vi que realmente era os dois velhinhos, sai correndo para chegar na praça, mais quando cheguei olhei e eles não estavam mais ali. Pode pensar que é até coisa da minha cabeça, ou imaginação sei la, mais eu sei oque vi, e sei que era eles. E senti que naquele momento eles estavam se reencontrando!

FIM!

Diogo Gaspar

Nenhum comentário:

Postar um comentário